26 junho, 2015

Olá!

Hoje resolvi explicar-vos sobre o que é isto de ser Vegetariano e tudo sobre o Pescetarianismo. Primeiramente existem muitos tipos de vegetarianos, uns que comem ovos, queijo, leite etc e outros que não. Assim como uns que usam Dove e outros que usam desodorizande de Aromaco (Vegetariano). Para isso existe nomes adequados, ao qual esqueci-me de referir no post.
Vamos então começar por mim: Como tinha dito, reduzi imenso o meu peso e confesso que no início fui bastante radical, cheguei a sentir-me bastante fraca. Então decidi não deixar de comer peixe, porque era importante para manter-me mais energética e com mais força. Para iniciar esta nova fase decidi excluir principalmente a carne branca (porque carnes vermelhas, já não incluía na minha dieta à bastante tempo). Comecei também a beber lacticínios de soja. Pesquisei em vários sites sobre os grupos Vegetarianos, o que defendiam e do que se alimentavam. Até encontrar o "meu". Como o post era sobre uma Pizza Vegetariana, não falei sobre o Pescetarianismo e os grupos restantes. Cada pessoa adequa-se com um grupo específico, consoante as suas necessidades e aquilo que defendem. 
Sendo assim posso dizer que faço uma dieta Pescetariana e Vegetariana dentro do Grupo Ovo-lacto-vegetarianos. Alimento-me de peixe e lacticínios. Agora as definições:

Pescetarianismo é um regime alimentar que inclui peixes e frutos do mar, mas exclui a carne de outros animais. Uma dieta pescetariana é uma dieta que inclui hortaliças, frutos, nozes, cereais, ovos e lacticínios. Os motivos mais citados para a adopção desta dieta é o desejo de manter uma boa saúde, baseado nos resultados encontrados que carne vermelha é prejudicial à saúde em muitos casos devido a carnes não-magras conter altas quantidades de gordura saturada. Pescetarianos são algumas vezes descritos como vegetarianos ou pesco-vegetarianos. Pessoas familiarizadas com o vegetarianismo acreditam que a dieta pescetariana é também vegetariana. Em comum com os vegetarianos, os pescetarianos comem ovos e laticínios, além de frutas, vegetais e grãos. 
Os Pescetarianos que adoptam este sistema de alimentação, normalmente estão a sair da categoria dos onívoros em direção ao vegetarianismo.

  • Os vegetarianos excluem o uso de todas as carnes animais, incluindo peixe e frango, embora sejam correntes algumas definições mais abrangentes, como semi-vegetariano ou pixo-vegetariano, que incluem dietas com consumo esporádico de peixe ou marisco.
  • Ovo-lacto-vegetarianos: Comem lacticínios e ovos, além dos produtos de origem vegetal. 
  • Lacto-vegetarianos: Este grupo de vegetarianos exclui os ovos da sua dieta, por vezes por motivos de saúde, visto que o ovo contém um elevado nível de colesterol. No entanto, não sentem necessidade de abrir mão dos lacticínios por vários motivos. Entre eles a suposta dificuldade em excluir todos os produtos que contenham leite ou derivados, porque estão atravessando uma fase de transição para o veganismo ou simplesmente porque gostam dos lacticínios. 
  • Ovo-vegetarianos: Incluem na sua alimentação os ovos, mas excluem o leite e todos os seus derivados. Muitos dos que retiram o leite da sua alimentação fazem-no por preocupações ambientais, compaixão pelos animais ou por motivos de saúde (intolerância à lactose, por exemplo). 
  • Vegetarianos: Também conhecidos como "vegetarianos puros", os vegetarianos são aqueles que excluem apenas da sua alimentação todos os ingredientes de origem animal (ovos, lacticínios, mel etc.). Geralmente são pessoas que pretendem tornar-se veganas, mas que ainda consideram não ter as condições que lhe permitam também excluir produtos animais da roupa, dos produtos de higiene, dos detergentes e de muitos outros aspectos da sua vida diária. 
  • Veganos: Não consomem produtos de origem animal. Também “vegetarianos radicais”, ou pelo termo inglês vegan. Este grupo exclui a carne de animais (carne vermelha, aves, peixe) e também produtos animais (ovos e lacticínios). Exclui ainda o mel e a gelatina, o uso de produtos de origem animal (couro, seda, lã, lanolina), os produtos testados em animais e os espectáculos onde a exploração animal é motivo de entretenimento (circo, touradas, etc.). O veganismo vai, pois, além da alimentação (os que excluem todos os produtos derivados de animal só da alimentação são, por vezes, designados de vegetarianos puros) e pode ser definido como uma forma de viver que busca a excluir todas as formas de exploração e tratamento cruel de animais na alimentação, no vestuário e com qualquer outro fim. Os veganos não querem apoiar a indústria da carne. Por isso recusam-se a comer ovos ou lacticínios. 
  • Frugívoros: Os frugívoros (também designados como frutívoros) alimentam-se exclusivamente de frutos, grãos e sementes, como tomate, banana, manga, abacate, nozes, pepino, abóbora e amendoim, entre outros. Têm uma alimentação muito semelhante aos veganos, com a diferença que se recusam a utilizar alimentos que matam a planta. Evitam assim todas as raízes, como sejam: cenoura, batata, cebola. Os rebentos são também evitados, como os de soja e alfafa.O frugivorismo, assim como o veganismo, é geralmente encarado como uma forma de vida. Além da recusa em contribuir para a exploração e morte animal, também se recusam a participar da morte das plantas. Quem adopta esta forma de vida geralmente fá-lo por razões espirituais, de compaixão por todos os seres vivos. 
  • Crudívoros: Alimentam-se única e exclusivamente de alimentos crus. Defendem que o homem é o único animal que cozinha os alimentos, destruindo com isto as suas propriedades nutritivas e que estamos preparados para digerir e assimilar alimentos crus (naturais). 
  • Semivegetariano: comem menos carne que a média das pessoas. 
  • Piscitariano: o mesmo que VEGETARIANO, mas consome peixe. (em geral é alguém que evita técnicas agroindustriais...) 
  • Herbívoro: Come principalmente capim ou plantas. Não consome carne. A maioria das definições não consideram peixe, aves ou frutos do mar como carne. Gordura e óleos animais, tutano e pele não são considerados carne.
  • Vegetarianismo semiestrito: Dieta que exclui quase todos os alimentos de origem animal, mas a pessoa pode consumir o mel.
  • Vegetarianismo estrito: Também chamado de vegetarianismo verdadeiro, é uma dieta que exclui todos os produtos de origem animal. Vegetarianos estritos não comem, assim, qualquer tipo de carne, ovos, laticínios, mel, etc., retirando da dieta todos os produtos de origem animal.

O VEGANISMO refere-se à prática de abrir mão de *todos* os produtos animais, como carne, peixe, aves, ovos, leite animal, mel e seus derivados. O repúdio às práticas cruéis inerentes à produção de lacticínios e à criação de animais e aves é, provavelmente, a razão mais comum para a adoção do veganismo.
Eu adorava pertencer a este grupo, uma vez que conheço-me desde pequena como defensora dos animais. Odeio o facto de usarem os animais para além do consumo alimentar, na industria têxtil e revolta-me bastante a forma como são tratados em matadouros ou aviários. Não consigo gostar da China e do Canadá pelas práticas abusivas que mantém com os animais. Em criança, algo que me chocou muito foi um video onde focas eram brutalmente massacradas no Canadá. Falo em especial destes, mas existem muitos outros. Por fim podia considerar-me um pouco de todos estes grupos, só falta colocar em prática. Até porque sempre tive estas noções e por esse motivo só conseguia alimentar-me apenas de frango. No inicio do ano, tomei muitas decisões e esta foi uma delas. Sendo assim: foi a pensar nos animais que mudei a minha dieta alimentar.
Estou a esforçar-me imenso para conseguir ser Vegan, mas neste momento por questões de saúde é muito importante permanecer no Pescetarianismo. Mas com consciência de VEGAN! 
Espero que tenham gostado, desculpem o facto de o post ser tão grande, mas surgiram algumas dúvidas e eu decidi explicar tudo direitinho neste post. É também uma forma de estarem sempre informadas sobre estes temas :)

9 comentários

  1. É engraçado sendo eu enfermeira, ainda vejo muitos estereótipos relativamente a pessoas vegetarianas. Como: devem passar fome, etc... Mas ainda bem que há alguém que desmitifique isso de uma forma casual e dinâmica como fizeste aqui. Beijinho, Adorei.

    http://giselapascoal.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  2. Adorei!!! gostei de ler todas as definiçoes!!no outro dia vi na novela a atora a recusar comida do vizinho pq era vegan e não tinha percebido o conceito... e entao que agora referiste ja estou dentro do assunto 100% ehehe xp

    Bjinhos Sandra Color-s(segue se gostares )

    ResponderEliminar
  3. Gostei muito do teu post! Ajudou-me a esclarecer algumas dúvidas!!

    http://beautifullsecrets.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  4. Adorei o artigo!!
    Podias fazer um post com exemplo de refeições para todo o dia, tipo um plano alimentar, de vegan ou pescetarianismo.
    Eu adorava mudar a minha alimentação, mas não sei como começar.

    rebelwithacauseblog.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  5. OMG, que delicia!! Já me deste ainda mais fome.

    Love, Maria
    marieroget.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  6. Fiquei informada ;) Bom saber que mudaste teus habitos alimentares e te sentes bem com isso... eu evito muita carne, prefiro peixe, mas tornar me vegetariana n da pra mim!!!

    ♥xoxo♥
    www.missleote.com

    ResponderEliminar

Latest Instagrams

© LITTLE BEE DIARY. Design by Fearne.