WELCOME TO HER WORLD

outubro 12, 2017

PT
Finalmente consegui realizar uma entrevista e falar sobre a maravilhosa Té Passão! Já falei sobre ela várias vezes aqui no blog. A minha companheira de viagens e a minha grande conselheira. Já passaram alguns meses desde o lançamento do 1º single oficial - sim o 1º single- estou tão orgulhosa!! 
Vamos começar pelo inicio: Chama-se Maria Teresa Passão está a estudar Popular Music na Middlesex University desde 2015. O talento dela não passa despercebido nas redes sociais e em Inglaterra. Por esse motivo começou a gravar alguns vídeos, publicou demos no SoundCloud e criou um canal no YoutubeTodas as músicas são escritas por ela e também trabalha os instrumentais e recria covers lindíssimos, dos quais sou fã. É realmente incrível todo o percurso dela. 
Quando estou em Londres falamos imenso sobre música e também participei em ensaios para uma actuação num evento. Na próxima visita prometemos assistir ao musical "Dreamgirls" ou "Miseráveis".É exactamente aquela pessoa que deixa os nossos dias melhores, pela confiança que transpira. Sendo assim depois de uma breve introdução, sobre o que vai ser o próximo post, convido-vos a conhecer a maravilhosa Té Passão. 


EN
I have finally done an interview and I'm speaking about the wonderful Té! I’ve already mentioned her loads of times in my blog, she’s my travelling friend and counselor. It’s been some months since she released her first DEMO single – yes the first single – I’m so proud of her.  
Let’s start from the beginning: Her name is Maria Teresa Passão and she is studying Pop Music at Middlesex University London since 2015. Her talent it’s not ignored on social media platforms and in England. For that reason she started recording some videos, posting demos and covers on Souncloud and created a YouTube channel. All of the songs are written by her and she also works on the instrumentals and sings beautiful cover versions of songs, which I’m a fan of. Her path it’s definitely amazing! 
When I’m in London we speak a lot about music and I’ve also been present in her rehearsals for a performance in an event. In my next visit we promised to each other that we’re going to watch a musical, either “Dreamgirls” or “Les Miserables”. She’s exactly that person who makes our days better, for the confidence she has. After this brief introduction, I invite you to meet the wonderful TÉ.   


Follow and listen her Music in
  

Nome: Maria Teresa Passão
Aniversário: 3 de Julho de 1995
Signo: Caranguejo
Nacionalidade: Portuguesa
Estuda: Popular Music na Middlesex University 
Name: Maria Teresa Passão 
Date of birth: 3rd of July 1995 
Sign: Cancer 
Nationality: Portuguese  
Studying: Pop Music at Middlesex University 


PT
1. Quem é a Teresa? 
TÉ: Acho que é uma pergunta muito vaga. Penso que ainda esteja a descobrir quem sou e que o estarei a fazer até ao final da minha vida, mas por agora sou uma pessoa com muitos objetivos de vida, com boa disposição, que adora performing arts, a família e amigos.

2. Estás actualmente a estudar em Londres. Qual é o teu curso e como está a ser a experiência? 
TÉ: O meu curso é Popular Music. Está a ser uma experiência enriquecedora e definitivamente tenho aprendido muito e conhecido partes de mim que não sabia existirem. Acho que o facto de estar longe de casa ajuda-te muito a encontrares o teu caminho.

3. Música sempre foi a tua 1ºopção. Ou pensaste duas vezes? (Se sim qual era a tua 2º opção)
TÉ: Sempre foi uma arte que me fascinou muito, mas tenho que admitir que era muito tímida e não acreditava muito no meu talento. Mas lá no fundo sempre soube que era isto que queria, cantar e escrever música. Tive mais opções, como o desporto e outras disciplinas que sempre gostei, porque mesmo quando despertas algum amor pela arte não quer dizer que só gostes ou te imagines a fazer só aquilo. Sou uma pessoa que gosta de muitas áreas diferentes e sem dúvida que a música por agora vem primeiro, mas não quer dizer que não mude. 

4. Se pudesses visitar qualquer lugar no mundo onde irias e porquê?
TÉ: Eu amo viajar. Faz parar o tempo. A minha viagem de sonho já foi cumprida e estou muito grata por isso, Nova Iorque. Mas o meu próximo sonho seria visitar algumas das Caribbean Islands sem dúvida. 

Se pudesses voltar no tempo, o que mudarias?
TÉ: Eu não acredito muito em voltar atrás no tempo, primeiro porque é fisicamente impossível e segundo porque acredito que Deus tem um plano para todos nós e não me cabe a mim tentar mudá-lo, se algo aconteceu ou não foi por uma razão.
EN
1. Who is Teresa? 
TÉ: I think this is a very vague question. I think I’m still trying to find who I want to be and what I’m gonna be doing until the end of my life, but for now I’m a person with loads of goals, very good humor, who loves performing arts, family and friends.  

2. You are currently studying in London. What’s your course and how’s the experience going? 
TÉ: My course is Pop Music. It’s been a very great experience and I have definitely learned a lot and I had to interact with parts of myself that I didn’t know that existed. I think when you’re away from home you can easily find your way.  

3. Has music always been your first option or did you think twice before going for it? 
TÉ:  It has always been an art which fascinates me a lot, but I have to admit that I was very shy and I didn’t really believe in my talent growing up. Although deep down I knew this was all I wanted, singing and writing music. I had more options, like sports and other subjects that I’ve always liked, because even when you have love for an art it doesn’t mean that’s all you have to do. I’m a person that likes a lot of areas, and for now music comes first but it doesn’t mean that it won’t change.  

4.  If you could travel anywhere in the world where would it be and why? 
TÉ:  I love to travel. It makes time stop. My dream trip was already accomplished and I’m very grateful, which was NYC. But my next dream would be to visit some of the Caribbean Islands definitely.  

5. If you could go back in time, what would you change? 
TÉ:  I don’t really believe in going back in time, firstly because it’s physically impossible and secondly because I believe that God has a plan for all of us and it’s not my job to try to change it, if something didn’t happen it was for a reason.  





PT
6. Prato favorito?
TÉ: Esta é difícil... mas provavelmente sopa de tomate (Alentejo) e indian food.
7. Comida que não comes de jeito nenhum?
TÉ: Eu diria carne no geral.
8. Música de momento..
TÉ: Tenho que confessar que estou viciada na “Funny” da Tori Kelly. 
9. Uma frase…
TÉ: “Love your neighbor as yourself”. 
10. Qual foi o último concerto que foste?
TÉ: Beyoncé The Formation World Tour em Londres. 
11.Uma música com a palavra AMOR?
TÉ: Sinceramente não sei... Há tantas que sinceramente acho que teria que incluir a minha playlist toda haha. 
12.Um livro.. 
TÉ: Hmm, escolher um é difícil. Paulo Coelho “O Alquimista” e “Ensaio sobre a cegueira” de José Saramago. 
13.Um filme..
TÉ: Dreamgirls ou Sister Act 2
14. Um álbum de música:
TÉ: Não posso só escolher um, estás a fazer-me perguntas muito difíceis. Talvez B-Day da Beyoncé, porque fez-me perceber o que eu queria mesmo fazer. 
15. Cinema ou Música?
TÉ: Música.
16.Uma meta a cumprir ainda este ano.
TÉ: Bem, gostaria de lançar pelo menos mais uma música.
17. O teu maior defeito que é uma grande qualidade:
TÉ: Ser muito persistente. Às vezes chateia as pessoas, mas é bom quando queres muito uma coisa. 
18. Um artista que admiras e 3 qualidades dela:
TÉ: Terei que dizer Beyoncé. Voz, humildade e música.
20- Quais os teus principais objetivos de vida? 
TÉ: Poder ajudar e inspirar os outros com o meu talento, e poder ter uma vida estável.
21. Que sonhos já realizaste? 
TÉ: Muitos mesmo, e estou grata por isso. Por exemplo, sair de Portugal, cantar em Londres, lançar música, ir aos Estados Unidos...
22. O teu lema de vida seria...
TÉ: Ainda tenho que trabalhar muito nele mas seria “love your neighbour as yourself”
EN
6. Favourite food? 
TÉ:  This one is hard… but probably tomato soop from Alentejo and indian food. 
7. A dish that you don’t eat no matter what… 
TÉ:  I would say meat in general. 
8. Song of the moment… 
TÉ:  I have to confess that I’m addicted to “Funny” by Tori Kelly.  
9. A quote… 
TÉ: “Love your neighbor as yourself”. 
10. What was the last concert you went to? 
TÉ: Beyoncé The Formation World Tour in London. 
11.A song with the word LOVE?
TÉ: To be honest I don’t know… There are so many that I think I’d have to include all my playlist as a response to this question haha.  
12. A book… 
TÉ: Hmm, that’s hard to choose. Paulo Coelho “The Alchemist” and “Ensaio sobre a cegueira” written by José Saramago.  
13. A movie… 
TÉ: Dreamgirls or Sister Act 2. 
14. An album… 
TÉ: I can’t choose just one! These questions are way too hard. Maybe B-Day by Beyoncé because it made me realize what I wanted to do.  
15. Cinema or Music? 
TÉ: Music.  
16. A goal that you want to achieve this year 
TÉ: I would like to release another DEMO. 
17. A trace of your personality which is bad and good at the same time… 
TÉ: Being persistent. It can sometimes annoy people, but it’s really good when you want something so bad.  
18. An artist who you admire and their 3 qualities: 
TÉ: I’d have to go with Beyoncé. Voice, humility and music. 
20: What are your main life goals? 
TÉ: Being able to help and inspire others with my talent, and being able to have a stable life. 
21. Which dreams have you already conquer?  
TÉ: A lot, and I’m very grateful for that. For example, leaving Portugal, singing in London, releasing music, going to the States… 
22. Your life motto would be… 
TÉ: I’m still working on it very hard but it would be “love your neighbor as yourself”.  

PT
1. Qual o tipo de música que ouves mais, que te deixa super entusiasmada ou faz-te sentir viva?
TÉ: Sem dúvida soul music e gospel music.
2. Duas coisas que és naturalmente boa a fazer (cozinha, habilidades, desporto)?
TÉ:  Eu diria desporto. Sou boa no geral mas diria que voleibol é o meu forte.  
3. Qual o instrumento que tocas? Existe algum que ainda gostarias de aprender?
TÉ:  Eu toco um bocadinho de piano e quero desenvolver mais, mas também gostava de aprender guitarra. 
4. O que te faz sentir arrependida de não teres nascido nos anos 80?
TÉ: O facto de não poder ter visto a estreia do vídeo de “thriller” na TV haha. 
5. Que tipo de músico pensas ser ou já o és?
TÉ: Eu quero apenas mostrar as minhas palavras e a minha voz e penso que estou a começar a fazer isso mais naturalmente, sem medo de julgamentos.
6. Gostavas de tocar numa banda, numa orquestra ou sozinho?
TÉ:  Orquestra não é bem para mim, mas banda é uma opção que me fascina muito. 
7. O que significa sucesso para ti?
TÉ:  Sucesso é poder fazer aquilo que mais aprecio enquanto mantenho as minhas relações com a família e amigos estáveis e fortes, e obviamente a partilha do sucesso, seja ele benefício monetário ou não. 
8. O que gostarias de partilhar com o mundo? 
TÉ:  A minha música, tenho lá aquilo que quero partilhar. 
9. O que te faz esquecer o tempo?
TÉ:  Viajar.
EN
1. Which genre of music do listen to the most that makends you feel alive and excited? 
TÉ: Soul music and gospel music. 
2. Two things that you are naturally good at? 
TÉ: I’d say sports in general, even though I’m better at volleyball. 
3. Which instrument do you play? And is there any instrument you would like to learn? 
TÉ: I play a bit of the piano but I’d like to develop it more, and I’d like to learn guitar in the future.  
4. What makes you regret not being born in the 80’s? 
TÉ: The fact that I didn’t watch the video premier of “Thriller” on TV haha.  
5. What kind of musician do you think you are at the moment? 
TÉ: I just want to show people my words and my voice and I think I’m starting to do that more naturally, without being afraid of judgment.  
6. Would you like to play in a band, orchestra or do you prefer a solo career? 
TÉ: Orchestra it’s not really my thing, but being a part of a band it something that really fascinates me. 
7. What does success mean to you? 
TÉ: Success is being able to do what I love keeping my family and friends’ relationships strong and stable, and obviously the sharing of that success, being financial benefits or not.  
8. What would you like to share with the world? 
TÉ: My music, it’s there what I want to share. 
9.  What makes your forget time? 
TÉ: Travelling. 
PT
10. Qual a importância da música para a ti?
TÉ:  A música tem o poder de me fazer sentir com os pés assentes na terra e o poder de me fazer sentir com a cabeça na lua, tudo ao mesmo tempo

11. O que julgas ser mais importante na música? 
TÉ: Honestidade. Literalmente “be yourself”. Hoje em dia toda a gente anda muito preocupada em ser autêntico, que tentam tanto que acaba por sair forçado. Não há nada mais autêntico do que aquilo que tu és naturalmente. 

12. Como um NOVO ARTISTA, qual a tua maior dificuldade na música? 
TÉ:  Para mim pessoalmente é pedir favores. Não sou assim na minha vida pessoal, e transportar isso para a minha carreira torna-se muito difícil. Eu sou daquele tipo de pessoas que acha que pode fazer tudo sozinha, e todos sabemos que isso é impossível especialmente no que toca à música. 

13. Como achas que vai ser a tua carreira daqui a 5 anos? 
TÉ:  Only God knows. I’m gonna keep doing my thing. 

14. Já tiveste alguma fase difícil? Que te fizesse desistir?
TÉ:  Essas fases acontecem muito frequentemente, mas nunca chego ao ponto de pensar em desistir porque quero muito isto. 

15. Pensa em sucessos na música.  Qual o artista ou outro profissional que vem
 à cabeça? E o que essa pessoa tem que mais admiras? 
TÉ: A pessoa que mais admiro é sem dúvida a Beyoncé, mas também sei que não é esse tipo de carreira que eu desejo para mim. Quero poder ter uma vida normal e tranquila. Por isso diria que a Tori Kelly seria a pessoa que eu admiro e que tem uma carreira que eu desejo. 

16. Qual das tuas músicas que apostas que vai ser um sucesso no futuro? 
TÉ: Não faço ideia. Mas provavelmente aquelas que eu nunca quero cantar haha.

17. Qual é o teu recado para todos aqueles que também sonham serem músicos e que ficaram inspirados com a tua história? 
TÉ: Eu ainda estou muito no inicio, mas seria “go for it”. Não tentem ser aquilo que não são, e exponham-se o mais possível, falem com diferentes pessoas, façam contactos, não tenham medo de arriscar. E lembrem-se que todos os trabalhos são dignos, aquela vez que decidimos que não queremos ir cantar àquele bar pode ser a perda de uma carreira, porque a pessoa certa pode lá estar. 
EN
10. What’s the importance of music to you? 
TÉ: Music has the power to make me feel with my feet set on the floor and the power of making me fly away to the moon, all at the same time.  

11. What do you think it’s more important in music? 
TÉ: Honesty. Literallty “be yoursef”. Nowadays everybody is very concerned in being authentic that they end up trying too hard and it comes out unnatural. There’s nothing more authentic than fully being yourself. 

12. As a new artist, what do you find the most hard to do? 
TÉ: For me personally it’s asking for favors. I’m not like that in my personal life, and to transport that to my career becomes very hard. I’m that kind of person who thinks that she can do everything by herself, when we all know that’s impossible especially in the music industry. 

13. How do you think your career it’s going to be like in 5 years? 
TÉ: Only God knows. I’m gonna keep doing my thing. 

14. Have you had a hard phase when you thought about giving up? 
TÉ: Those phases happen very often, but I never really get to the point where I think of giving up because I really want this. 

15. Think about successful people in the music industry. Which artist do you admire the most? 
TÉ: The person who I admire the most is Beyoncé, but I also know that she has a career that I don’t want for myself. I want to able to have a normal and quiet life. For that reason I would say Tori Kelly would be a person that I admire musically and career wise.  

16. Which one of your songs you would bet it’s going to be a hit? 
TÉ: I have no idea. Probably the ones I don’t want to sing haha.  

17.What’s your advice to all the people who want a career in music and got inspired by your story? 
TÉ: I’m still starting, but I’d say “go for it”. Don’t try to be something that you’re not and expose yourself the most you can, talk with different people, make connections and don’t be afraid to take risks. And remember all jobs are worthy, the fact that we make the little decision of not gigging in that little bar on Friday night could be the loss of a career, because the right person might be there.  
The New Video: "Out of the Sofa"

New Single "Heal Your Love"



Buy in Google Play and Apple Music 

1 comentário

@JULLIANABLOG

© LITTLE BEE DIARY. Design by Fearne.